Bem vindo!

Seja bem vindo ao blog oficial do Bloco dos Cão da Redinha. Venha fazer parte também desse bloco que todo ano sai com muita alagria e irreverência!!! Deixe a sua tristreza de lado e venha ser um folião também!!!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O Bloco dos Cão da Redinha

APRESENTAÇÃO
A terça-feira de carnaval já é conhecida na cidade por um dos blocos mais famosos de Natal, o tradicional bloco "os cão", cujos integrantes invadem o mangue para produção de sua fantasia. Todos cobrem-se pela lama preta logo cedo, às 9h30min da manhã, para um ritual que acaba com banho de mar.
O bloco tem sua sede administrativa na Rua Do Cruzeiro, nº 87, Redinha, sob responsabilidade de José Luís Miranda de França.
Nos últimos anos "os cão" são contados aos milhares e já há quem use os mais impensáveis adereços para incrementar a fantasia confeccionada no mangue e desfilar pelas ruas da praia, fazendo do bloco o mais original e tradicional do carnaval da Redinha.

HISTÓRICO


Criado exatamente na terça feira de carnaval em Fevereiro de 1965, por José Gabriel de Góes mais conhecido como Zé Lambreta e Francisco Ribamar de Brito, conhecido como Dodô moradores da comunidade da Redinha, que, no último dia de carnaval, num momento de imaginação, enquanto bebia e se divertia com um grupo de amigos resolveram se lambuzar de lama, inicialmente retirada da Porta D’água atualmente conhecido como Rio Doce, e fazer da lama a sua fantasia de carnaval. Ao reencontrar com os amigos, Zé Lambreta, como era conhecido, foi recebido com muita algazarra.
A idéia de sujar-se na lama do rio tomou conta de todos que estavam no grupo e foi então que decidiram fazer o mesmo e sair pela rua principal da praia até o mercado da Redinha. Por onde passavam as pessoas que os observavam com muito espanto, gritavam: "é os cão, é os cão". Dos primeiros anos até o início da década de 1990 era normal apenas um pequeno grupo de foliões, em sua grande maioria, formado por nativos da Redinha, lambuzar-se de lama e sair pelas ruas da comunidade, cantando marchinhas de carnaval e usando como instrumentos musicais latas de doce.
Com o passar dos anos o bloco passou a se lambuzar no mangue e receber admiradores, primeiramente entre os nativos da praia, posteriormente de veranistas e pessoas de outras localidades que souberam da brincadeira na manhã do último dia de carnaval.

DATA E LOCAL


O bloco sai na terça-feira de carnaval, concentrando-se às 08h30minh no mangue embaixo da ponte Nilton Navarro e com saída às 9:30h, percorrendo as ruas da Redinha finalizando na praia com um delicioso banho de mar.

PÚBLICO


O público é formado por jovens, idosos, crianças e até animais, formando uma multidão em torno de 10 mil pessoas. São animados por trivelas com orquestras de frevo e bandas de marchinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário